É uma téc­ni­ca ma­nual que uti­li­za o sis­te­ma cra­nios­sa­cral pa­ra aju­dar a ali­viar do­res e dis­fun­ções, me­lho­ran­do o fun­cio­na­men­to cor­po­ral de ma­nei­ra glo­bal.

Os os­sos do crâ­nio são es­tru­tu­ra­dos por suturas pa­ra per­mi­tir dis­cre­tos mo­vi­men­tos. Esses movimentos, auxiliam a produção do líquor e lubrificação das Meninges, que envolvem e protegem o cérebro e a medula, até o sacro.
Qualquer restrição ou desequilíbrio nesse sistema cérebro e medula pode resultar em disfunção na inervação para o corpo, prejudicando o sistema estrutural, neural e visceral.

O sistema Nervoso é dividido em S.N. Central (encéfalo e medula espinhal) e Periférico (nervos e gânglios nervosos), que conectam o S.N. Central aos orgãos.
O S.N. Periférico é subdividido em Somático, que controla as ações voluntárias, e Autônomo, responsável pelas ações involuntários. O S. N. Periférico Somático é composto por 12 pares cranianos e 31 pares raquidianos (plexos cervical, braquial e lombosacral). O S. N. Autônomo se subdivide em Simpático e Parassimpático.

Desse modo, dependente da região afetada na coluna, pode comprometer o S.N. Periférico, de modo a prejudicar o funcionamento dos nervos e órgãos relacionados.

A Terapia Craniossacral estimula e visa o equilíbrio da produçãoe flutuação do Líquor,

VISITE NOSSAS REDES SOCIAIS!!!